「大事」VS「大切」VS「重要」VS「重大」

Essa postagem foi um pedido do leitor Paulo (vocês podem sugerir postagens nos comentários, viu!). Trata-se da diferença entre as palavras だいじ「大事」, たいせつ「大切」, じゅうよう「重要」 e じゅうだい「重大」. Todas elas podem ser traduzidas por “importante. As nuances, porém, são diferentes, em algumas um pouco mais, em outras quase nada.

Vou tentar começar pelo mais fácil de entender. A palavra 重大 significa “importante, grave, sério” e possui uma leve ideia de impacto à sociedade. Em geral, não possui uma impressão assim tão positiva. Alguns exemplos são “incidente importante/grave” (重大事件), “violação severa” (重大違反) e “anúncio importante”(重大発表).

O próximo é 重要, também “importante”, mas de uma maneira bem mais objetiva e segundo valores comuns a todos. Ou seja, é um importante do ponto de vista do senso comum, não segundo critérios pessoais. Essa palavra é de uso mais formal, vindo muito mais frequente em texto do que na fala. Além disso, é muito mais usada para falar de ideias, eventos, pensamentos, e não muito de coisas concretas, objetos. Alguns exemplos são “pessoa de referência importante” (重要参考人) e “propriedade cultural importante” (重要文化財).

Já 大切 possui um ponto de vista sentimental, e não objetivo como os anteriores. Se algo é importante com 大切, então ele tem um valor pessoal, algo que você queira cuidar, como em “pessoa importante” (大切な人) ou “lembrança importante” (大切な思い出).

O último, 大事, talvez cause um pouco de confusão. Ele se parece muito com 重要, pois é um “importante” mais objetivo e racional. Porém ele possui uma nuance menos severa, menos formal, mais presente na linguagem falada. Além disso, a importância de 大事 é menos geral que 重要. Geralmente, quando algo é 重要, ela é importante para todos em geral. Porém, é possível que alguém ache algo 大事 e outra pessoa não ache. Existe algo de pessoal no 大事, mas ainda objetivo.

Algumas observações importantes devem ser feitas aqui:

  • Todas as quatro palavras podem ser usadas como adjetivos-na, ou seja, 大事な、大切な、重要な、重大な.
  • Algumas expressões feitas usam essas palavras, como お大事に (dito a alguém que está doente, é algo como “fique bem, se cuide”).
  • Não confundir os termos acima com ひつよう「必要」(necessário) , きちょう「貴重」(valioso, precioso) e えらい「偉い」(usado apenas para pessoas importantes, no sentido de serem autoridades, hierarquicamente superiores ou algo do tipo, como diretores, presidentes, chefes, etc.).
  • Em muitos, muitos contextos, muitas dessas palavras podem ser usadas umas pelas outras. Para um iniciante, é mais seguro e simples considerá-las como sinônimos.
  • Existem muitas palavras que significam “___ importante”, como 要人 (pessoa importante) e 重点 (ponto importante). Vendo pelo 漢字, lembre-se de que 重 significa “pesado”, ou seja, é importante porque tem peso; já 要 significa “precisar, necessitar”, portanto é importante porque é necessário.
  • Existem as expressões verbais 大事にする e 大切にする, ambas significam algo como “cuidar, tratar bem”; porém, 大事 traz a nuance mais objetiva e racional, enquanto que 大切 se relaciona mais com o pessoal, sentimental.
  • Se você fosse marcar um documento com um carimbo de “importante”, esse carimbo teria um 重要 em vermelho.

Sei que as nuances são sutis. Eu não espero que só de ler essas explicações, tudo fique perfeitamente claro e todos saiam usando essas palavras com uma proficiência oriental. Isso ajuda, claro, mas, acredite, com o tempo e com o uso, você começa a sentir o momento certo de cada palavra, sentir a nuance muito mais do que entendê-la. Na verdade, isso acontece com tudo na língua depois que passamos um bom tempo com ela.

Anúncios

【はたらく】VS【つとめる】VS【しごとする】

Vamos às diferenças entre esses três verbos, はたらく(働く), つとめる(勤める) e しごとする(仕事する). Todos eles significam “trabalhar”, mas os usos e as nuances são diferentes (como já era de se esperar).

O primeiro deles, はたらく, é um dos mais usados. Significa “trabalhar” no sentido mais amplo da palavra, independentemente de ser um emprego ou não. Pode ser usado inclusive para trabalhos “maus”, como roubar, por exemplo.

Sempre utilizamos a partícula で com esse verbo quando queremos dizer onde se trabalha:

銀行で 働いています。
Trabalho no banco.

Dizer “trabalho no banco” com はたらく pode ou não indicar pertencimento ao banco. Veja alguns outros exemplos que podem ser usados com esse verbo:

公僕として 働いています。
Trabalho como servidor público.

遅くまで 働きました。
Eu trabalhei até tarde.

O segundo verbo, つとめる, tem um uso ligeiramente mais formal, mas seu significado mesmo é mais relacionado a um trabalho firmado, estabelecido, tido como membro de um grupo. Sua partícula de lugar é sempre に, diferentemente de はたらく.

銀行に 勤める。
Trabalho no banco.
(talvez melhor traduzido como “Trabalho PARA o banco”)

Usar つとめる para dizer que “trabalha no banco” indica um certo pertencimento ao banco. Logo, o verbo つとめる não serve para qualquer “serviço” externo que se faça (um encanador que vai consertar um vazamento no banco não diz 銀行に 勤める). Se você trabalha como temporário num banco, por exemplo, pode-se dizer 銀行で 働く, mas não 銀行に 勤める。Não se pode também dizer ✖遅くまで 勤める, como se pode com 働く no exemplo já citado acima.

Já しごとする (ou しごとを する) pode ser usado sem indicar pertencimento, nem mesmo relação direta com o lugar onde se trabalha. Aqui sim o serviço de um encanador (配管工)feito num banco pode ser descrito com 銀行で 仕事する.

Atente para o fato de que つとめる é usado com に, enquanto que はたらく e しごとする usam で. Vejamos os três abaixo com suas partículas e nuances de tradução:

銀行で はたらく。
Trabalha no banco.
(não precisam ser assuntos bancários, não é necessariamente um funcionário fixo ou interno do banco)

銀行に つとめる。
Trabalho no banco. (ou melhor, PARA o banco)
(implica certo pertencimento ao banco, o funcionário faz parte integrante do grupo)

銀行で しごとする。
Trabalho no branco.
(pode ser um mero serviço temporário, talvez realizado uma única vez, mas também pode ser um funcionário efetivo; é um verbo bem genérico, não está focado na relação entre funcionário e lugar de trabalho, mas no serviço prestado em si)

Se você quer saber mais sobre o verbo つとめる, dê uma olhada nessa postagem.

【いる】VS【ある】

Um par de palavrinhas que causa muito problema no início: いる e ある. Veja bem, só causa problemas a nós, falantes do português, porque não existe um uso como esse na nossa língua. Logo, não estamos acostumados a pensar da maneira como いる e ある exigem.

Vamos a eles. Ambas as palavras significam “existir”, e são muito usadas em frases que indicam que “há/existe/tem tal coisa em tal lugar”.

ここに いすが たくさん あります。(Aqui existem muitas cadeiras)

いえに ねこが いる。(Tem um gato em casa)

Pois bem, qual é a diferença então? Simples: usamos いる com objetos/coisas/seres ANIMADOS (ou seja, que se mexem por conta própria, que “têm vida”) e ある com objetos/coisas/seres INANIMADOS (ou seja, que não se mexem, mesmo que tenham vida).

Assim, nos exemplos acima, usamos ある na primeira frase por estarmos falando que a cadeira (inanimada) existe. Na segunda frase, o gato é animado (têm vida, se mexe), logo dizemos que ele existe usando いる.

Até aí tudo bem. Mas sempre surgem aquelas perguntas :”E as plantas?”, “E os zumbis?” “E os fantasmas?”, “Plantas carnívoras?” Sabendo disso, listei abaixo qual dos dois verbos usamos para cada uma dessas palavras que podem gerar dúvida.

Demônios, fantasmas, vampiros, zumbis, mortos-vivos: いる
Plantas (mesmo as carnívoras): ある
Vírus, bactérias: いる ou ある
Alienígenas: いる
Robôs: いる ou ある
Célula: いる ou ある
Múmias: いる ou ある

Não é complicado. Pense se a coisa se mexe, se ela tem uma forma de “viver” que não seja apenas existir ali na dela, quieta. Por exemplo, por mais que zumbis já estejam mortos, eles se mexem, andam e comem gente! É claro que é いる!

Quanto ao robô e à múmia, você deve levar em consideração o foco que está sendo dado. Um robô que se assemelha de alguma maneira a um ser humano vai melhor com いる. Mas se for um robô quadradão que fica parado, que só faz coisas internamente… enfim, se você não o percebe como um “ente”, mas como um “objeto”, use ある. O mesmo serve para múmias (no museu = ある; em “O Retorno da Múmia” = いる).

Se você ainda tiver alguma dúvida de qual dos dois usar, saiba que essa dúvida pode não ser somente sua enquanto estrangeiro. Esses dois verbos existiam muito antes de se pensar em robôs e vírus. Dúvidas surgem. Experimente um dos dois e veja se funciona.

Detalhe: いる e ある têm 漢字, mas eles não devem ser usados nesses casos, por recomendação do governo japonês. Aconselha-se sempre escrevê-los em ひらがな. A título de curiosidade, os 漢字 são:

いる > 居る
ある > 在る ou 有る (veja a diferença entre eles aqui)

Eles não são incomuns de aparecer quando formam outra palavra, como 有名 (famoso), mas são evitados apenas no uso dos verbos mesmo.

Por último: existe o verbo genérico そんざいする 「存在する」, que significa “existir”. Ele pode ser usado em contextos mais neutros, científicos ou formais. Numa linguagem cotidiana, usar 存在する pode soar pedante, frio, acadêmico demais. Por enquanto, apenas saiba que ele “existe”.

Disputa de “egos” (わたし、ぼく、おれ、あたし、うち…)

Esta postagem é um tanto quanto audaciosa, porém é uma das mais pedidas. Se pudesse fazer um ranking de perguntas e dúvidas mais frequentes nas aulas de japonês, com certeza este assunto seria um dos primeiros (se não o primeiro). Apresento-lhes então a grande disputa de egos da língua japonesa em toda a sua vasta gama de “eus” à disposição para usos e constantes dúvidas!

Antes de tudo, é importante notar que, embora haja nuances diferentes para cada “eu” e mesmo certas regras para usá-los, somente com tentativa e erro e prestando atenção para a maneira como outras pessoas usam essas palavras é que você realmente constrói um senso de bom uso para todas elas. Ler postagens como essas ajudam muito, mas elas estão longe de serem suficientes para que todos passem a usar com maestria qualquer uma das formas apresentadas aqui. Bom, vamos a elas!

【わたし】「私」

Não existe muito erro em usar 私 em qualquer contexto. É a forma mais neutra e genérica para se usar quando se está em dúvida. Eu mesmo uso bastante 私 em quase todos os contextos (apesar de já ter começado a sentir necessidade de usar versões menos polidas e mais masculinas em certos contextos informais). Se estiver na dúvida, 私 é sempre uma opção eficiente.

【わたくし】「私」

Essa é uma versão bem mais formal e polida de わたし. Sim, os dois se escrevem com o mesmo 漢字 (bem vindo ao japonês). Na verdade, わたし é uma forma encurtada de わたくし, por isso o mesmo 漢字 para os dois.

Bem, por ser bastante formal, você verá políticos e outras figuras públicas utilizando わたくし em pronunciamentos oficiais. Se nosso país falasse japonês, os pronunciamentos oficiais da presidência da república seriam feitos com わたくし. Entretanto, se você quiser começar a usar essa palavra por aí em qualquer situação, correrá o risco de soar arrogante (exatamente como alguns personagens ricos e metidos de 漫画 e アニメ que adoram usar わたくし).

【ぼく】「僕」

Essa palavra é uma versão masculina, porém branda, para “eu”. Possui uma nuance mais informal que わたし, portanto se deve tomar cuidado ao usar com desconhecidos ou autoridades. Algumas meninas um pouco mais “masculinas” gostam de usar 僕 também.

【おれ】「俺」

Aqui temos uma versão masculina menos suave, mais “áspera”, digamos assim. Se 僕 é uma versão mais branda, 俺 é um pouco mais “hard-core”. Aqueles caras machões gostam de usar essa palavra aqui (claro, em situações informais), e os verbos quase nunca virão em formas polidas.

Muitos têm uma visão errada de 俺. Há um certo tom de arrogância visto nessa palavra, mas na verdade não é bem assim. Muitos caras arrogantes usam 俺, mas isso não faz de todos arrogantes. Na verdade, 俺 tem um grande fator de intimidade em jogo; ele é uma versão bastante informal, então, se eu estou usando com você, é porque considero você íntimo o suficiente para não precisar me preocupar com essas coisas. De fato, 俺 é uma das palavras mais usadas para “eu” entre homens (exceto, como disse, em ocasiões formais).

【あたし】

É uma das inúmeras versões de わたし (é sério, existem muitas!). Essa aqui tem um tom mais afeminado, mas “fofinho”. É comum entre mulheres que vivem num estilo de vida mais cor-de-rosa. Você vai encontrar あたし escrito sempre em ひらがな ou em カタカナ (já que 漢字 é visto como algo mais masculino), mas, por ser uma versão de 私, é possível que você encontre あたし em dicionários listado no 漢字 de  「私」.

【うち】「内」

Sempre que vejo essa palavra, ela está ou em ひらがな ou em カタカナ. Apesar de não ser oficialmente uma palavra feminina, ela quase nunca é usada por homens. Algumas regiões do Japão utilizam うち bem mais que outras. Essa é uma boa alternativa informal para mulheres que não gostam de toda a atmosfera “cor-de-rosa” de あたし.

【こちら/こっち】

こちら é uma versão bastante formal, neutra e polida de “eu”. Ainda assim, é possível usar a versão “informal” de こちら: こっち.  Ambas significam literalmente “aqui, nesta direção, por esta direção, esta pessoa” ou tudo isso no plural (ou seja, pode ser usado para “nós” também). É muito comum ouvir こちら ao telefone (“Aqui é o fulano”).

【われ】「我」

Eu gosto dessa palavra, apesar do tom de arrogância que ela traz. Ela é extremamente rara hoje em dia, apesar de seu plural われわれ「我々」 (nós) ser muito comum. O uso de 我, além de poder trazer um ar de superioridade, também subentende uma certa sabedoria, erudição do falante.

【わし】

É outra versão encurtada de わたし. Essa, em específico, é utilizada por homens já de certa idade, quando já começam a falar num ritmo bem mais arrastado.

【SEU PRÓPRIO NOME】

Sim, pode parecer bastante infantil fazer isso, mas os japoneses fazem (eles mesmos acham isso meio infantil). É possível se referir a si mesmo na terceira pessoa, usando seu nome. Ex: O Christian não quer ir. (Christian = eu; ou seja, “Eu não quero ir”).

Não aconselho que você use isso, mas saiba que você pode ouvir esse tipo de eu por aí.

As versões de “eu” listadas acima são amplamente usadas, porém existem ainda algumas que quase não se usam, ou se usam apenas em um contexto específico, ou mesmo eram utilizadas no passado e ficaram na história (mas às vezes são trazidas para o presente por algum motivo, tipo como quando nós queremos falar “Vosmecê” hoje em dia, mesmo sabendo que ninguém usa mais isso).

Pois bem, como não são muito usados, vou listá-los aqui com uma breve explicação, sem muitos detalhes.

【わがはい】「吾輩/我輩」 Um “eu” clássico, usado por homens mais velhos de alta classe social.

【おいら】 Variante antiquada de おれ. Hoje é muito usada quando imaginamos animais de estimação falando (Quando fazemos as vozes deles em tom de brincadeira, como se fossem eles falando).

【せっしゃ】「拙者」 “Eu” clássico, usado por samurais antigamente. Significa literalmente “pessoa desastrada”.

【よ】「余」 “Eu” antigo, usado por homens de classe social muito muito alta. Pressupõe um tom de “sou um senhor frio, bossal e sem coração”.

【わらわ】「妾」 “Eu” antigo usado por mulheres para demonstrar humildade. Comum entre mulheres de samurais.

Por fim, temos uma grande lista de variantes de outros “eus” usados em regiões diferentes do Japão. Vou apenas listá-los aqui, sem uma explicação detalhada de seus usos.

Variantes de わたし → あたい、わだす、あだす、わたしゃ、あたしゃ

Variantes de わし → わい、わす、わしゃあ

Variantes de ぼく → ぼくちん、ぼくちゃん、ぼかぁ

Variantes de おれ → おれっち、おりゃあ

Variantes de おいら → おら、おらぁ

Variantes de われ → わ、わー

Alguns que não são exatamente variantes de alguma palavra específica: わて、あて.

Achou que são muitos? Pois existem ainda MUITO mais formas de eu, como やつがれ、こなた、みども、あちき e ainda muitas outras. Essas, porém, são bem mais obscuras e de uso muito mais específico. Quer uma sugestão? Use わたし até se sentir seguro para usar outro. Conheça bem pelo menos os 10 primeiros da lista. Os outros são apenas curiosidade para nós.

【パソコン】VS【コンピューター】

Essa é uma das primeiras perguntas que ouço quando estou com uma turma de alunos iniciantes. Afinal, qual é o objetivo de ter duas palavras para dizer a mesma coisa (no caso, computador)?

Vamos entender a dúvida e descobrir que não há motivo para indignação. Primeiramente, パソコン e コンピューター não querem dizer a mesma coisa, mas podem acabar dizendo algumas vezes. A palavra パソコン é uma abreviação (coisa que os japoneses amam fazer) de パーソナルコンピューター, ou seja, computador pessoal. Ou seja, パソコン é um コンピューター, mas de uso pessoal.

Daí você me pergunta: mas como assim? Existem computadores que não são pessoais? Claro que sim! Mais comumente do que se imagina, existem desde computadores usados em empresas, caixas de supermercado, restaurantes, até os computadores mega potentes que fazem cálculos para a NASA a uma velocidade inconcebível (mas que mesmo assim vão demorar bilhões de anos para terminar de fazer essas contas). Carros, aviões, celulares, tudo isso se utiliza de um sistema “computadorizado”, de onde se pode utilizar conhecimento de “computação” ou “computadores”, no sentido de “ciência da computação”. Tudo isso está na palavra コンピューター. Mas se for um computadorzinho pessoal, um laptop da vida, use パソコン.

“MAS EU JÁ VI CHAMAREM COMPUTADOR PESSOAL DE コンピューター”, você pode me dizer. Ok, é verdade. Algumas pessoas podem chamá-lo assim. Não deixa de ser um. Não está exatamente errado chamar um パソコン de コンピューター, só pode soar meio não natural em alguns momentos… Faça o seguinte: experimente! Tente falar o que você acha que é depois de ter lido isso tudo. Fale sem medo e veja como a conversa se desenrola. Esse, meus amigos, é sem dúvida o melhor momento de aprender. ^^

【こおる】「凍る/氷る」VS【こごえる】「凍える」

Esta é mais uma daquelas postagens duplas. Vamos falar não apenas da diferença entre こおる「氷る」 e こごえる「凍える」, mas também das duas possibilidades de escrever こおる: 「凍る」 e 「氷る」.

Simplificadamente, tanto こおる quanto こごえる significam “congelar”. A diferença, porém, é bastante simples: こおる é “congelar” no sentido de “virar gelo, passar para o estado sólido”, enquanto que こごえる é “congelar” no sentido metafórico de “estar muito frio, tremer de frio”. Assim, pessoas que estão no meio da neve sem roupas de frio estão “congelando” com こごえる (afinal, nenhuma delas está de fato mudando para o estado sólido… pelo menos esperamos que não). Quando se quer, entretanto, congelar coisas no freezer para conservar (como carne, por exemplo), esse congelar é こおる (a comida não está “tremendo de frio” dentro do freezer).

Agora, quanto ao 漢字, os dois utilizam o mesmo: 凍る e 凍える, ambos com 「凍」. Porém, こおる pode também ser escrito como 氷る. Esse segundo caso é usado exclusivamente para líquidos (especialmente água, 水) que vão congelar (não serve para comida congelada, por exemplo). Essa segunda forma, 氷る, usa o mesmo 漢字 de こおり「氷」, “gelo”.

Duas observações importantes:

  1. A escrita 氷る não está na lista dos 常用漢字, por isso não é tão usada. Porém, nada proíbe que a usemos.
  2. こおる é escrito com お, e não com う. Diferentemente dos demais prolongamentos (すもう、がっこう、とうきょう), esse é feito com お, assim como とおり、おおい、とお、とおい、おおきい etc.

(Agradecimento a Rodrigo Pará pela sugestão de postagem!)

【ひえる/ひやす】「冷える/冷やす」VS【さめる/さます】「冷める/冷ます」

Cada vez que escrevo algo aqui, eu posso admirar novamente a beleza e a riqueza peculiares do japonês. Às vezes parece que é tudo muito complicado, que poderia ser mais simples, que algumas sutilezas não são necessárias, mas a verdade é que existe muita eficiência nessa grande variedade de palavras.

A vez de hoje é o par ひえる「冷える」e さめる「冷める」, que significam “esfriar”. mas também existe um outro par paralelo: ひやす「冷やす」 e さます「冷ます」. Vamos primeiramente entender  a diferença entre o primeiro par e o segundo, depois vamos a diferença de sentido entre o “esfriar” de cada um.

Os verbos ひえる e ひやす possuem o mesmo significado (esfriar), mas o primeiro é “esfriar-se, ficar frio” (por conta própria). Já ひやす é “esfriar algo”, quando alguém faz a ação de esfriar (por ficar soprando, abanando, ou por ter colocado na geladeira).

O mesmo vale para さめる e さます. Os dois têm o mesmo significado, mas さめる é usado quando algo “esfria sozinho”, enquanto que さます é usando quando “alguém esfria algo”. É somente uma questão de transitividade verbal.

Agora sim, vamos a diferença de significado entre os “esfriares” ひえる/ひやす e さめる/さます. Bem, quando algo é para ser quente e esfriou, deixou de ficar quente, então se deve usar さめる/さます.

コーヒーが さめた。
O café esfriou.

お茶を さます。
Vou esfriar o chá.

Esse “esfriar” de さめる/さます é normalmente uma queda de temperatura para a temperatura ambiente (常温). Porém, quando se quer esfriar algo para além disso, resfriar algo, gelar algo (com geladeira, freezer, gelo), os verbos são ひえる/ひやす. Coisas que não são para ser frias ou geladas, quando ficam geladas, esfriaram/gelaram com ひえる/ひやす.

冷蔵庫で ビールを ひやす。
Gelar a cerveja na geladeira.

水が ひえた。
A água esfriou.

Assim, para compararmos ひえる/ひやす com さめる/さます, vamos analisar as duas frases abaixo.

ご飯を さます。    ご飯を ひやす。

As duas podem ser traduzidas como “esfriar o arroz (ou a refeição)”, mas a primeira (com さます) deixa subentendido que o ご飯 está quente e será esfriado para temperatura ambiente (provavelmente porque está muito quente para comer), enquanto que a segunda frase (com ひやす) diz que o ご飯 será esfriado para ficar gelado, frio, provavelmente para conservar (em geladeira, por exemplo).

Vejamos o resumo desses verbos abaixo:

さめる > Esfriar-se, ficar frio, ficar em temperatura ambiente, deixar de ficar quente.
さます > Esfriar (algo), fazer ficar frio, fazer ficar em temperatura ambiente, fazer deixar de ficar quente.

ひえる > Esfriar-se, gelar-se, ficar gelado.
ひやす > Esfriar (algo), gelar (algo), deixar gelado.